FINANÇAS RS

Deputados do PT reafirmam que governo

não paga salários porque não quer

Marcelo Bertani/Agência AL

Marcelo Bertani/Agência AL

Em manifestação na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (28), parlamentares da Bancada do PT afirmaram que o governador José Ivo Sartori não paga os salários do funcionalismo porque não quer, assim como tenta criar uma noção de crise financeira que não existe. Um dos que se manifestou foi o deputado estadual Tarcísio Zimmermann (PT). Ele usou como argumento contrário à crise noticiada pelo governo estadual o parecer técnico da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), que, na semana passada, avaliou que o Rio Grande do Sul não está apto a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

- O parecer da STN deixou nítido que, no final de 2016, o Governo Sartori tinha em caixa mais de R$ 3 bilhões, em recursos livres de qualquer vínculo, citou Tarcísio. Apesar disso, os salários do funcionalismo foram parcelados.

Tarcísio comentou também que, neste momento, a adesão à proposta do Estado ao RRF significa uma subordinação política aos ditames da União, do sistema financeiro e dos especuladores. Essa adesão exige a prorrogação do aumento do ICMS por mais seis anos. O parlamentar insistiu: “O parecer referenda o que sempre falamos, isto é, o governador não paga os salários em dia porque não quer”.

Outro parlamentar da bancada petista a se manifestar foi Adão Villaverde. Ele denunciou a contradição do Governo Sartori que, agora, defende mudança da própria Lei de Responsabilidade Fiscal mas, anteriormente, sempre considerou como uma pedra fundamental e intocável da gestão. Disse Villaverde:

Marcelo Bertani/Agência AL

Marcelo Bertani/Agência AL

- Agora, para pedir a revisão técnica de rejeição do governo Temer à adesão do RS ao regime de recuperação fiscal, o governo gaúcho comemora uma câmara de conciliação e se ajoelha diante da Secretaria do Tesouro Nacional.

Conforme Villaverde, esta incongruência não é apontada só pelo PT. Líderes de partidos da base do Executivo, como do PSB, PSDB e PP têm dado declarações públicas de desconfiança em relação ao acordo, que chega a ser definido como um “cheque em branco”.

Texto: Roger da Rosa (MTE 6956) e Diogo Baigorra

 

 

Publicado em 28/11/2017 às 17:03

Texto: Roger da Rosa (MTE 6956) e Diogo Baigorra

BANCADA / tarcisio / villaverde

Compartilhar

Deputadas Estaduais

Stela Farias

Líder da Bancada

Stela Farias

Miriam Marroni

Vice-líder Partidária

Miriam Marroni

 

Deputados Estaduais

Edegar Pretto

Presidente da Assembleia Legislativa

Edegar Pretto

Luiz Fernando Mainardi

Vice-líder da Bancada

Luiz Fernando Mainardi

Tarcísio Zimmermann

Líder Partidário

Tarcísio Zimmermann

Endereço: Praça Marechal Deodoro, 101/506 - Porto Alegre-RS - Fones: (51)3210-2913 (Bancada) e (51)3210-1123 (Imprensa)
ptsul@ptsul.com.br

Projetado, desenvolvido e mantido pela coordenadoria da Bancada do PT/AL-RS

Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Adaptada