INTERVENÇÃO MILITAR

Tarcísio denuncia maldades sem fim de

Temer na Educação e na Segurança

Ronaldo Quadrado

Ronaldo Quadrado

No Rio Grande do Sul, mais de 150 mil vagas do projeto Mais Educação foram extintas em decorrência dos cortes de verbas determinados pelo Governo Temer. Isso significa que milhares de crianças ficarão sem o contra turno nas escolas. “Enquanto isso, os golpistas intervêm no Rio de Janeiro, supostamente, para oferecer segurança à população e fazem, também, uma maldade sem fim em todo o Brasil, cortando os recursos do Mais Educação e jogando as crianças diretamente nas mãos do crime porque não terão mais espaço nas escolas no turno inverso”, denunciou o deputado Tarcísio Zimmermann (PT), na sessão plenária desta terça-feira(20), na Assembleia Legislativa.

Tanto a intervenção militar no Rio de Janeiro quanto o corte de vagas no Mais Educação fazem parte de “um conjunto de episódios e fatos da mais acentuada gravidade”, avalia o parlamentar. Para ele, a derrota imposta pelo povo brasileiro ao governo golpista em relação à Reforma da Previdência veio mascarada por um ato de grave significação: a intervenção do Exército na Segurança Pública do Rio de Janeiro.

“Essa é a vilania do golpista Temer que ficou evidenciada nos desfiles do Rio de Janeiro. Não é apenas um vampiro esse presidente. Ele é um vampiro golpista, do mal, da destruição, da enganação e da morte. Ele representa o que de pior a política pode oferecer a um país”, acentuou Tarcísio na tribuna do Legislativo.

O parlamentar comentou que, há poucos dias, a ONU (Organização das Nações Unidas) divulgou o mapa das 50 cidades mais violentas do mundo. Nesse mapa figuram “desgraçadamente” 19 cidades do Brasil, mas entre elas não está o Rio de janeiro. “Do Estado do Rio, só aparece Campos de Goitacazes, mas figura Curitiba, “tão cantada pelos conservadores”, Belém do Pará e várias outras capitais.

Tarcísio sustenta que o que aconteceu no Rio de Janeiro não foi uma explosão de violência, mas “uma explosão do Fora Temer no Carnaval”. Ele afirma que é por isso que as tropas do Exército foram enviadas para lá. “Não tem nada a ver com segurança pública, mas tem tudo a ver com a tentativa de enganar o povo e de ocultar os malefícios do Governo Temer”, manifestou o deputado. E finalizou: “Num país como o Brasil, nada pode ser pior do que acabar com um Programa como o Mais Educação, com o contra turno nas escolas. Em muitos lugares o crime organizado é a base eleitoral desses que destroem a Previdência, os direitos trabalhistas e as políticas sociais.”

Texto: Roger da Rosa (MTE 6956)

 

 

Publicado em 21/02/2018 às 09:45

Texto: Roger da Rosa (MTE 6956)

BANCADA / tarcisio

Compartilhar

Deputadas Estaduais

Stela Farias

Líder da Bancada

Stela Farias

Miriam Marroni

Vice-líder Partidária

Miriam Marroni

 

Deputados Estaduais

Luiz Fernando Mainardi

Vice-líder da Bancada

Luiz Fernando Mainardi

Tarcísio Zimmermann

Líder Partidário

Tarcísio Zimmermann

Endereço: Praça Marechal Deodoro, 101/506 - Porto Alegre-RS - Fones: (51)3210-2913 (Bancada) e (51)3210-1123 (Imprensa)
ptsul@ptsul.com.br

Projetado, desenvolvido e mantido pela coordenadoria da Bancada do PT/AL-RS

Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Adaptada